Apostila de Técnicas de Mediação Comunitária

CONHECIMENTOS TÉCNICOS NA ÁREA DE MEDIAÇÃO E ATUAÇÃO

Apostila no formato A4 totalmente colorida com 96 folhas

 

    Objetivo desta APOSTILA DE TÉCNICAS DE MEDIAÇÃO COMUNITÁRIA é desenvolver habilidades, atitudes, princípios e conhecimentos, para utilizar a  mediação, como métodos extrajudiciais de solução de conflitos, relacionados com diversas áreas proporcionando aos profissionais conhecimentos sólidos, de uma maneira fácil e objetiva, sobre o Instituto da Arbitragem e a Função do Mediador, objeto da Lei nº 9307 de 23.09.1996.

 

    O acesso à justiça constitui a principal garantia dos direitos subjetivos, em torno do qual gravitam todas as garantias destinadas a promover a efetiva tutela dos direitos fundamentais, amparados pelo ordenamento jurídico.

 

    Entretanto grandes são os problemas enfrentados pela instituição que deveria garantir esse alcance a justiça, o poder judiciário, problemas que vão desde a dificuldade de acesso à justiça até a morosidade do judiciário devido o gigantesco número de ações impetradas por pessoas que buscam no poder estatal a resolução de seus conflitos.

 

    Surgem então como uma alternativa ao Poder Judiciário os meios alternativos de solução de conflitos (ADR – Alternative Dispute Resotution) que são instrumentos pelos quais se buscam soluções mais céleres, menos dispendiosas acerca de disputas e ainda sem grandes custos, solucionando os mesmos antagonismos fora da estrutura do Poder Judiciário e ampliando assim o acesso da população marginalizada à justiça.

 

    São eles: Negociação, Conciliação, Facilitação, Mediação, Mediação/ Arbitragem, Arbitragem, Anexado por Tribunal, Híbridos e por fim o Julgamento por Tribunal.

 

    A conscientização da sociedade em geral, mas principalmente da população de baixa renda, de sua cidadania é fundamental para a ampliação ao acesso à justiça. Devem-se esclarecer quais são os direitos fundamentais individuais e da coletividade e quais os instrumentos jurídicos hábeis para sua reivindicação e proteção, e os meios alternativos de solução de controvérsias seriam de grande importância na busca pela efetividade desses direitos.

 

CONTEUDO DA APOSTILA:

ABERTURA
RESUMO
VISÃO HISTÓRICA
FUNDAMENTOS E RELAÇÕES INTERPESSOAIS NA MEDIAÇÃO DE CONFLITOS
DIREITOS FUNDAMENTAIS À IGUALDADE
DIREITOS FUNDAMENTAIS À EXISTÊNCIA DIGNA
DIREITOS FUNDAMENTAIS À LIBERDADE
DIREITOS FUNDAMENTAIS À ESTABILIDADE DEMOCRÁTICA
CONFLITO
QUAIS SÃO OS ELEMENTOS DO CONFLITO?
QUAIS SÃO OS DOIS TIPOS BÁSICOS DE PROCESSO?
O QUE É MEDIAÇÃO?
COMO DEVEM SER A COMUNICAÇÃO E O RELACIONAMENTO?
PARA UMA COMUNICAÇÃO POSITIVA:
PARA UM RELACIONAMENTO CONSTRUTIVO:
QUAIS SÃO AS VANTAGENS DA MEDIAÇÃO SOBRE OUTRAS FORMAS DE SOLUÇÃO DE CONFLITOS?
QUAIS OS CONFLITOS QUE PODEM SER RESOLVIDOS PELA MEDIAÇÃO?
MEDIAÇÃO TAMBÉM PODE SER UTILIZADA NO CAMPO CRIMINAL?
A MEDIAÇÃO É FEITA EM ETAPAS?
COMO SE FAZ A PRÉ-MEDIAÇÃO?
AS SEIS ETAPAS DA MEDIAÇÃO
COMO DEVE SE COMPORTAR O MEDIADOR
O FACILITADOR E O MEDIADOR DEVEM TER PERFIL COOPERATIVO. OS QUATRO PERFIS
QUAL É A ÉTICA QUE NORTEIA A MEDIAÇÃO
PRINCÍPIOS ESPECÍFICOS DA MEDIAÇÃO
ASPECTOS COMPORTAMENTAIS NO PROCESSO DE MEDIAÇÃO
A ATIVIDADE DO MEDIADOR PÚBLICO
ÉTICA E BOA-FÉ
COMPORTAMENTOS
COMPETÊNCIA TÉCNICA E COMPETÊNCIA INTERPESSOAL
TÉCNICAS DE MEDIAÇÃO
TÉCNICA DA ESCUTA ATIVA
TÉCNICA DA REUNIÃO EM SEPARADO
TÉCNICA DA DIPLOMACIA CRUZADA
TÉCNICA DA LIVRE EXPRESSÃO DE IDEIAS
DINÂMICA DA MEDIAÇÃO
FASE 1 – PROPICIAR MEIOS PARA A FORMAÇÃO DE UM AMBIENTE DE RESPEITO E URBANIDADE
FASE 2 – DELIMITAR CAMPO DA AÇÃO E RESPONSABILIDADES
FASE 3 – COLETAR E ANALISAR INFORMAÇÕES RELEVANTES
FASE 4 – IDENTIFICAR ÁREAS DE INTERESSES MÚTUOS
FASE 5 – SELECIONAR A ESTRATÉGIA DE AÇÃO ADEQUADA
FASE 6 – GERAR MÚLTIPLAS OPÇÕES PARA O ACORDO
FASE 7 – FORMALIZAR O ACORDO
NORMAS PROCEDIMENTAIS
INTRODUÇÃO
PROCEDIMENTOS INICIAIS
PROCEDIMENTOS DE MEDIAÇÃO
PROCEDIMENTOS FINAIS
ELABORAÇÃO DA ATA E DO ACORDO
CADASTRO ADMINISTRATIVO DO MEDIADOR TRABALHISTA
MODELOS
A MEDIAÇÃO
PRESSUPOSTOS TEÓRICOS: MEDIAÇÃO E TEORIA SOCIAL
A MEDIAÇÃO NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA
VARIAÇÕES NOS PAPÉIS DO MEDIADOR
A MEDIAÇÃO NA HISTÓRIA COMO MÉTODO DE RESOLUÇÃO DE CONFLITOS
OS PRINCÍPIOS EM QUE SE FUNDAMENTA A MEDIAÇÃO
A REINVENÇÃO DA TRADIÇÃO DA MEDIAÇÃO, NA SOCIEDADE MODERNA
A MEDIAÇÃO COMUNITÁRIA
TRÍADE, TIPOLOGIA DE TERCEIRO E CONDUTA NA INTERAÇÃO CONFLITUOSA
A INFLUÊNCIA DO MEIO SÓCIO-CULTURAL EM CONTEXTOS DE RESOLUÇÃO DE CONFLITOS
A ATITUDE MEDIADORA COMO GABARITO DE CULTURA
MODELO DE PROCESSO PARA APLICAÇÃO DE CONHECIMENTO
AS INSTITUIÇÕES DE DISTRIBUIÇÃO DE JUSTIÇA
AS EXPERIÊNCIAS INTERNACIONAIS EM MEDIAÇÃO DE CONFLITOS
A EXPERIÊNCIA DA FLÓRIDA – EUA
A EXPERIÊNCIA DA ARGENTINA – AMERICA LATINA
A EXPERIÊNCIA DA FRANÇA – EUROPA
O CENÁRIO DA MEDIAÇÃO NO BRASIL
MEDIAÇÃO COMUNITÁRIA: INSTRUMENTO DE CIDADANIA E INCLUSÃO SOCIAL
MEDIAÇÃO COMUNITÁRIA COMO MEIO DE EFETIVAÇÃO DA DEMOCRACIA PARTICIPATIVA
EXPERIÊNCIAS DE MEDIAÇÃO COMUNITÁRIA
CÓDIGO DE ÉTICA DOS MEDIADORES
PROCEDIMENTOS da MEDIAÇÃO e ANEXO

 

VALOR R$ 174,00

(+TAXA DE ENVIO POSTAL – SERVIÇOS PAC DOS CORREIOS) PAGAMENTO A VISTA EM DEPOSITO BANCÁRIO 

 

CLICAR ABAIXO PARA COMPRA DESTA APOSTILA

PELO  PAGSEGURO UOL

CASO TENHA INTERESSE NO CERTIFICADO DE ACOMPANHAMENTO

SÓ CLICAR NA COMPRA ABAIXO PELO PAG SEGURO UOL